Defesas de TCC – 2018

Discente: Evellyn de Oliveira Nascimento
Modalidade: Monografia
Data da Defesa: 24 de janeiro de 2018
Título: Hospitalidade nos primórdios da civilização hebraico-cristã: lições para a modernidade.
Resumo: Os primórdios da Civilização Hebraico-Cristã estão narrados principalmente no livro que hoje conhecemos como Bíblia. Embora não seja a fonte única, é a que nos chama mais a atenção pela quantidade de informações que possui sobre esse período. A Bíblia está repleta de passagens sobre a hospitalidade, influências para o bem receber, os seus exemplos ultrapassam gerações, sejam elas de culturas semelhantes ou distintas, levando consigo normas que identificam uma boa recepção e contribui para um pensar a respeito dessa prática altamente essencial na consolidação de relacionamentos saudáveis. O termo hospitalidade em hebraico, definido pelo dicionário bíblico – Estudo dos livros bíblicos (DCl- 2015), é “Hachnasat Orchim”, era uma atitude considerada essencial para o povo israelita, tanto como nação quanto na particularidade de cada indivíduo, era basicamente o cuidado com os visitantes que vinham de fora da cidade, porém valia também para hóspedes locais; uma regra que se estabeleceu antes de Cristo e que se estende até hoje. Sendo assim, o presente trabalho pretende investigar, apresentar e analisar a relação entre as formas de hospitalidade desempenhada nos tempos antigos, presentes na Bíblia e de que maneira seus modelos podem favorecer a hospitalidade contemporânea. Para tal, serão analisadas a importância da hospitalidade, suas especificidades e seu uso de acordo com as regras culturais dos povos citados na Bíblia. Engloba neste quesito o acolhimento ao estrangeiro e as lições que transpassaram séculos e revelam a importância destes cuidados essenciais, não apenas na rotina da hospedagem, visto que o servir e o acolher é fator primordial na hotelaria, mas também em relações diárias entre pessoas, seja no ambiente doméstico ou comercial, em conversas virtuais ou públicas. Tendo em vista que, o padrão bíblico de hospitalidade cristã incita um pensar da hospitalidade, além das grandes instituições, partindo de nós como cidadãos. O crescimento da competitividade na indústria da hospitalidade tem ganhado visibilidade e a preocupação para que não haja rotina fria em uma hospitalidade mecanizada e exageradamente burocrática, despertou interesse por esta pesquisa bibliográfica; com intuito de contribuir na discussão sobre os rumos da hospitalidade na modernidade.
Palavras-chave: Bíblia. Hospitaleiro. Hospitalidade. Servir.
Orientador: Prof. Me. Osvaldo do Nascimento Veras
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Sharon Fanny Nogueira de Queiroz
Modalidade: Monografia
Data de Defesa: 22 de março de 2018
Título: A responsabilidade social nas organizações hoteleiras contemporâneas
Resumo: Considerando os possíveis impactos, positivos e/ou negativos, que as organizações hoteleiras exercem sobre as dimensões econômicas, culturais, ambientais e sociais de sua territorialidade, suas planificações devem propor um sistema de gestão participativo, atento às necessidades dos
distintos stakeholders que suportam sua operacionalização. Dentre as distintas dimensões aqui apontadas, o escopo analítico deste trabalho recai sobre a temática da responsabilidade social, oferecendo um discurso que contemple seus conceitos, critérios, princípios, valores e normativas. Para tanto, esta pesquisa assumiu uma vertente exploratória e qualitativa que se dividiu em três propostas analíticas. Em um primeiro momento, análises bibliométricas foram criadas no intuito de mensurar a maneira como as práticas de responsabilidade social eram desenvolvidos no cenário turístico. Em um segundo momento, expôs-se os valores, princípios, condutas e indicadores enaltecidos pela ABNT NBR ISO 16001, 26000 e os Indicadores Ethos. A ideia era, a partir destes documentos, evidenciar um preceito diretivo que posteriormente poderia ser assimilado pelos gestores hoteleiros contemporâneos em suas práticas de responsabilidade social. E por fim, houve a preocupação de se relatar os posicionamentos das principais empresas hoteleiras contemporâneas, avaliando seus relatórios de sustentabilidade e, a partir desta métrica, expor um paralelo com os conceitos apresentados pelas outras duas propostas analíticas. Desse modo, os resultados desta pesquisa destacam que, apesar das organizações hoteleiras avaliadas – Marriott Internacional Inc., Hilton Worldwide, Intercontinental Hotels Group, The Rezidor Hotel Group e AccorHotels Group – não possuírem nenhum das certificações e/ou indicadores aqui apontados, suas práticas de responsabilidade social estabelecem um paralelo pertinente com o escopo analítico proposto por estes instrumentos. Não obstante, o cenário acima ratifica a necessidade de novas pesquisas para se compreender como esta temática incide no dia-a-dia operacional hoteleiro, como sua idealização e implementação devem ser equacionadas de maneira a atender as reais necessidades de seus stakeholders.
Palavras-chave: Certificações. Desenvolvimento Social. Organizações Hoteleiras Contemporâneas. Responsabilidade Social. Stakeholders.
Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Amado dos Santos
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Mariana Curvello Gonçalves
Modalidade: Monografia
Data da Defesa: 28 de março de 2018
Título: Reestruturação de um hotel em Barra de Guaratiba: estudo de caso de um Hotel Boutique.
Resumo: Aborda a identificação de um Hotel de acordo com as características do segmento Hotel Boutique. Hotéis Boutique buscam oferecer uma hospedagem inédita. Sua estrutura diferenciada e serviços personalizados atraem um público específico que é atraído pela experiência oferecida. Diante do sucesso de empreendimentos do tipo Hotel Boutique, novos hotéis foram surgindo com esta proposta, fazendo com que o segmento venha se destacando no Brasil, embora não haja uma categorização oficial para nortear o mercado. A falta de uma definição das características necessárias para se configurar um hotel boutique, pode causar problemas para o empreendimento que se denomina pertencente a esse segmento quanto às expectativas dos hóspedes. Esse trabalho busca compreender as características fundamentais de um Hotel Boutique, por meio de pesquisa em publicações sobre o tema, apresentando o que o público alvo espera quando se hospeda nessa categoria, a fim de estabelecer uma relação com o meio de hospedagem estudado. O método utilizado foi o estudo de caso em um Hotel Boutique localizado no bairro de Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, fora do foco turístico da cidade. O objetivo era o de verificar se o empreendimento atende às características apresentadas e esperadas de um Hotel Boutique. As informações utilizadas para a realização desse trabalho foram coletadas através de observação in loco no empreendimento estudado, durante um estágio não obrigatório. Os resultados indicam que o Hotel estudado não se encaixa nos padrões reconhecidos como essenciais para um empreendimento do tipo Hotel Boutique. Conclui-se que adaptações deverão ser feitas com vistas ao enquadramento na categoria, que incluem melhoria dos serviços oferecidos e atendimento das expectativas dos clientes.
Palavras-chave: Hotel Boutique; Barra de Guaratiba; Segmentação Hoteleira; Experiência na Hospedagem.
Orientadora: Profa. Me. Stella Magaly de Andrade Sousa
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Patrícia da Silva Jorge
Modalidade: Monografia
Data da Defesa: 02 de abril de 2018
Título: O treinamento organizacional e sua incidência sobre a qualidade das operações hoteleiras. Um estudo de caso na Pousada do Sandi, Paraty-RJ
Resumo: Um dos desafios do mercado hoteleiro é alcançar a excelência na prestação de serviços. Desse modo a busca pela qualidade nos serviços prestados deve ser almejada por seus gestores, de modo que consigam criar ferramentas estratégicas que lhes possibilitem diferenciais competitivos as suas organizações. Nesse sentido, uma política de treinamento, quando bem equacionada, atuaria como ferramenta indispensável à uma organização hoteleira por promover o desenvolvimento e aprimoramento de seus colaboradores, tornando-os mais assertivos, eficazes, eficientes e ágeis. Dito isso, o presente trabalho teve como objeto de análise o estabelecimento Pousada do Sandi, situado no município de Paraty, RJ. Como
objetivo, houve a proposição de um estudo que investigasse como as práticas de treinamento exercidas por esses gestores repercutiam sobre os resultados operacionais desta organização. Para tanto, a métrica do estudo de caso fora alicerçada por preceitos quanti-qualitativos que buscaram mensurar – através das percepções de colaboradores e gestores – o grau de eficiência, eficácia e qualidade de suas ações operacionais. Dito isso, por meio de um questionário semiestruturado respondido por 13 funcionários – situados nos departamentos de recepção e governança deste estabelecimento – notou-se que as práticas de treinamento ofertadas pelo estabelecimento são significativas para o bom desempenho de suas operações. Em sequência, através de um roteiro de entrevistas realizado com o Gerente de Serviços, detectou-se o grau de relevância que os níveis estratégicos desta organização atribuem sobre esta problemática, bem como sua reverberação com a base operacional. A partir desses panoramas, ao analisar o grau de satisfação de suas clientelas – retratados através de sites confiáveis de avaliação, tais como TripAdvisor, Booking.com, Kayak e Expedia– notou-se que, apesar do empreendimento não possuir um setor diretamente responsável por treinar e qualificar seus colaboradores, as práticas de treinamento conduzidas pelos gerentes departamentais obtém resultados significativos no que tange a qualidade dos serviços ofertados.
Palavras-chaves: Análise Operacional. Capital Humano. Gestão Hoteleira. Treinamento Organizacional.
Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Amado dos Santos
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Karla Mendes Maurício
Modalidade: Monografia
Data de Defesa: 21 de junho de 2018
Título: A gestão hoteleira e os indicadores de sustentabilidade: um estudo de caso no bairro de Santa Teresa, Rio de Janeiro.
Resumo: Debates acerca do desenvolvimento sustentável se fazem cada vez mais necessários devido às crescentes complexidades perpetradas pela relação homem, natureza e sociedade. Nesse cenário, o trabalho em questão destacou o universo hoteleiro, propondo uma apreciação sobre suas apropriações, reestruturações e implicações aos distintos stakeholders, recursos, atrativos e territórios que sustentam e legitimam sua cadeia produtiva. Assim, almejou-se através de um estudo de caso, realizado em um meio de hospedagem situado no bairro de Santa Teresa, Rio de Janeiro, compreender a maneira como estratégias de sustentabilidade são tratadas em um ambiente hoteleiro, apresentando seus pontos fortes e fracos, bem como estratégias de adequação para que se alcancem patamares mais holísticos, integrados e participativos a realidade organizacional observada. Posto isso, seu viés metodológico abrangeu: (1) o desenvolvimento de uma pesquisa bibliográfica capaz de remeter a princípios, valores e ações a serem desenvolvidos para que a sustentabilidade se faça presente em gestões hoteleiras; (2) uma análise descritiva, pautada por pressupostos quanti-qualitativos que possibilitaram a compreensão e ampliação de percepções analíticas sobre a importância e abrangência de uma gestão hoteleira sustentável; (3) a estruturação de um estudo de caso que permitiu abordar os princípios de uma gestão hoteleira sustentável com base em indicadores nacionais específicos a essa área, entrelaçados as dimensões ambientais, sociais, culturais, econômicas e políticas. Dessa forma, tornou-se possível ponderar a força da dimensão ambiental no contexto organizacional analisado e, a partir disso, a proposição de se se ampliar este escopo, abarcando as demais dimensões da sustentabilidade, para que assim fosse possível proporcionar um modelo de gestão mais integrado, holístico e participativo.
Palavras-chave: Análise Estratégica. Desenvolvimento Sustentável. Gestão Hoteleira. Indicadores de Sustentabilidade.
Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Amado dos Santos
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Sabrina Alves da Silva
Modalidade: Artigos Científicos
Data da Defesa: 25 de junho de 2018
Título: Propostas para Minimizar Riscos Ocupacionais em Departamento de Alimentos e Bebidas Observados em Hotéis do Rio de Janeiro
Resumo: As atividades laborais envolvem diversos riscos ocupacionais. Esses riscos podem ser de origens diversas, e serão identificados de acordo com a proposta de estudo desta pesquisa. O objetivo do trabalho foi elaborar propostas para minimizar ou sanar os riscos ocupacionais de origem química, física, biológica, ergonômica e de acidentes presentes em restaurantes e bares de meios de hospedagem. Foi adotada uma metodologia qualitativa, para verificar, através de um checklist, quais riscos os trabalhadores estão expostos. Na etapa seguinte foi aplicado o diagrama de Ishikawa para avaliação de causas e efeitos desses riscos, bem como elaborar propostas de melhorias. Foi possível perceber que os riscos mais comuns os pertencem às categorias, físicas, ergonômicas e de acidentes.
Palavras-chave: Riscos Ocupacionais; Hotelaria; Alimentos e Bebidas.

Título: Riscos Ocupacionais em Departamentos de Alimentos e Bebidas (A&B)
Resumo: Riscos ocupacionais (RO) são circunstâncias ou elementos que causam danos à saúde do trabalhador (acidentes, doenças ou sofrimento). Nos serviços de alimentação de meios de hospedagem podem ser encontrados diversos riscos com esse perfil. Esse trabalho discutiu aspectos de RO presentes em departamentos de Alimentos e Bebidas (A&B), pela rotina dos colaboradores desse setor. Destacam-se como RO circunstâncias como movimentos repetitivos para a produção das refeições, exposição a substâncias químicas usadas na higienização e exposição ao calor excessivo liberado pelos equipamentos. É essencial que os gestores monitorem não apenas a ocorrência dos RO, mas que também desenvolvam estratégias para evitá-los ou minimizá-los, já que influenciam a produtividade no setor de A&B.
Palavras-chave: Food service; Saúde do trabalhador; Saúde ocupacional.
Orientadora: Profa. Me. Elga Batista da Silva
Acesse os trabalhos na integra:

 

Discentes: Danilo Melo Mazzini Silva e Thalita Rosa Machado
Modalidade: Plano de Negócio Hoteleiro
Data da Defesa: 05 de julho de 2018
Título: Projeto Hoteleiro: Hostel Design na Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ
Orientadora: Profa. Dra. Tânia Regina Frota Vasconcelos Dias
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Gabrielle Campista Furtado
Modalidade: Monografia
Data da Defesa: 13 de dezembro de 2018
Título: Desenvolvimento e avaliação sensorial de antepasto com mangará (coração da bananeira) para cardápios de meios de hospedagem (Musa spp)
Resumo: As plantas alimentícias não convencionais (PANCs) são espécies que crescem de forma mais fácil e espontânea, fatores que geralmente contribuem para reduzir o preço de venda desses vegetais. O objetivo do presente trabalho foi elaborar e analisar sensorialmente um antepasto com mangará, como uma proposta de alimento para cardápios de meios de hospedagem. Elaborar produtos desse tipo também é útil para aproveitar alimentos em sua totalidade, produzindo receitas de baixo custo e diminuindo a formação de lixo orgânico. Para tanto, foram utilizadas amostras de mangará (também conhecido como coração de bananeira) provenientes de um cultivo ecológico. Para conhecer a percepção do público sobre o antepasto com mangará, foi feita uma análise sensorial, esta realizada a partir de testes afetivos de aceitação e de intenção de compra, com 50 provadores não treinados. Os resultados do teste de aceitação demonstraram que todos os atributos avaliados (aparência, aroma, textura e sabor) alcançaram níveis de aceitação consideráveis, visto que para a aparência o produto alcançou notas médias de 6,46, para o aroma 7,86, para a textura 7,88 e para o sabor média de 8,12. Acerca dos resultados da intenção de compra, 46% dos provadores afirmaram que provavelmente comprariam o antepasto com mangará, 30% certamente comprariam, 16% apresentaram postura neutra perante a avaliação do produto (esta manifestada através da opção pela alternativa “talvez compraria/talvez não compraria”) e 8% mencionaram que provavelmente não comprariam o referido antepasto. Esses resultados indicam que há viabilidade de incluir uma preparação com as características do antepasto com mangará em cardápios. Esse produto despertou um considerável interesse de compra por parte dos consumidores que participaram da pesquisa, este manifestado por meio dos comentários desses avaliadores nas fichas da análise sensorial.
Palavras-chave: Plantas alimentícias não convencionais, testes afetivos, teste de intenção de compra
Orientadora: Profa. Dra. Elga Batista da Silva
Acesse o trabalho na integra:

 

Discente: Stefanie Ezequiel Ribeira da Silva
Modalidade: Monografia
Data da Defesa: 18 de dezembro de 2018
Título: Análise da gestão ambiental da Associação de Hotéis Roteiros de Charme na Pousada Parador Lumiar, em Lumiar 5º Distrito de Nova Friburgo – RJ
Resumo: A pesquisa tem como proposta entender a dinâmica da pousada Parador Lumiar e sua gestão ambiental em cada setor, tendo como objetivo geral analisar o processo de gestão ambiental. A proposta metodológica foi através de pesquisas bibliográficas, documentais e observação participante. Já a coleta foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, abordando questionamentos sobre práticas sustentáveis e sua inserção na Associação de Hotéis Roteiros de Charme. Aplicado nos dados coletados a analise de conteúdo. As certificadoras, associações, redes ou selos são formas de garantir a qualidade de determinado meio de hospedagem, no trabalho foi apresentado no âmbito da sustentabilidade. O destino turístico de Nova Friburgo detém de inúmeros empreendimentos certificados, desde cervejas, alimentos e meios de hospedagem. A pousada Parador Lumiar é a única pousada pertencente a Roteiros de Charme, que é uma associação que assegura a sua gestão sustentável através do Código de Ética e de Conduta Ambiental e aplicação do conceito sustentável na hotelaria na região serrana do estado do Rio de Janeiro. Finalizando, que para além da gestão ambiental, a Pousada Parador Lumiar atende os outros elementos da sustentabilidade e possui outras formas de qualificação de seus serviços.
Palavras-chave: Gestão ambiental, hotelaria sustentável, destino turístico.
Orientador: Prof. Dr. Sérgio Domingos de Oliveira
Acesse o trabalho na integra:

Últimas Notícias

IX Semana Acadêmica do Curso de Hotelaria da UFRRJ (SEMAHUR)

Prezada comunidade hoteleira, uma excelente manhã! Entre os dias 02 a 04 de agosto de 2021 teremos a IX SEMAHUR. leia mais

02/08/2021 - 10:38

Eleição para o Diretório Acadêmico do Curso de Hotelaria – DAHUR

Prezada comunidade hoteleira, A Comissão Eleitoral informa que, assim como novas eleições vêm sendo realizadas em outras instâncias da Universidade, leia mais

20/07/2021 - 10:59

Semana de Integração 2020.2 – Curso de Bacharelado em Hotelaria

Como de costume, os alunos matriculados no quarto período deste curso são responsáveis por organizar uma semana de boas-vindas para leia mais

20/05/2021 - 15:05

Webinar: Fontes de informação e métodos de busca em bases de dados para pesquisas

O Prof. Dr. Rodrigo Amado dos Santos, atual coordenador do Curso de Bacharelado em Hotelaria, foi convidado para ministrar o leia mais

07/04/2021 - 18:30

Workshop – Vinhos, espumantes, enologia e enogastronomia

No dia 20 de abril de 2021, às 15h,o Grupo de Pesquisa em Gastronomia, Alimentos e Bebidas (GAB) realizará mais um workshop remoto, leia mais

06/04/2021 - 12:11

Workshop – Estudo do potencial tecnológico e gastronômico da pimenta biquinho orgânica

No dia 23/03/2021, realizaremos mais um Workshop remoto, com a mestranda Camila Branco, apresentando sua pesquisa “Estudo do potencial tecnológico e leia mais

18/03/2021 - 16:42

mais notícias