Histórico

O Curso de Pós Graduação em Medicina Veterinária – Patologia e Ciências Clínicas (CPGMV), localizado no Instituto de Veterinária da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica, Rio de Janeiro. Foi aprovado pelo Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão da UFRRJ em julho de 2005 e pelo Conselho Técnico Científico da CAPES em setembro do mesmo ano. Em 16 de março de 2006, foi publicada no Diário Oficial da União de 16 de março de 2006, Seção 1, pg 09, a Portaria nº 679, reconhecendo oficialmente o Curso.

Como um curso novo, o CPGMV atua em nível de mestrado, buscando preencher uma lacuna não contemplada pelos cursos de pós-graduação da UFRRJ e região sudeste. É proposta do programa, integrar as áreas clínicas (medicina e cirurgia) com as básicas, e desta maneira suprir as carências de qualificação profissional, com ênfase, pelas características de seu corpo docente em fisiopatologia das doenças dos animais.

As atividades do curso foram efetivamente iniciadas em março de 2006, com o ingresso da primeira turma, constituída de 18 alunos. No momento pelas características próprias do corpo docente envolvido, 38 alunos desenvolvem atividades de pesquisa abordando temas de PATOLOGIA ANIMAL E CIÊNCIAS CLÍNICAS, áreas estas, que têm demandado interesse crescente por parte dos Médicos Veterinários que buscam formação específica.

Para a concretização e dinamização do novo curso contamos com a participação de 15 docentes permanentes, todos com doutorado ou equivalente, cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa (Plataforma Lattes – CNPq), nas áreas de Anatomia, Fisiologia, Farmacologia, Clínica, Cirurgia, Patologia Animal e Patologia Clínica Veterinária, e com atividades de docência e pesquisa voltadas para os aspectos fisiopatológicos, clínicos e laboratoriais das enfermidades que acometem os animais de companhia, silvestres e de produção, visando o diagnóstico, o controle e o tratamento de doenças.

Os estudos fisiopatológicos de doenças nas várias especialidades da Medicina Veterinária devem contribuir para o desenvolvimento de novas técnicas de diagnóstico, controle e tratamento de enfermidades. Essa abordagem é hoje compartilhada pelo grupo que fomenta as pesquisas no CPGMV, constituído por pesquisadores doutores com experiência reconhecida nacional e internacionalmente e pesquisadores doutores recém titulados que buscam em colaboração com os mais renomados, dar sequência em suas linhas de pesquisa. O conjunto dessas ações imprime aos poucos uma identidade ao curso, cuja missão principal está voltada para a formação de profissionais voltados à interpretação das causas e mecanismos de doenças. Introduzi-los à ideia de modelos experimental e clínico de doença é a estratégia que tem sido adotada com vista à criação de uma postura crítica quanto aos mecanismos causais de doença, seu controle e prevenção.

Dentre os docentes com maior experiência, cinco são bolsistas de produtividade do CNPq, coordenadores de convênios e acordos de cooperação com diferentes IES e de pesquisa no Brasil e no exterior. Dos pesquisadores jovens, seis possuem projetos de apoio à pesquisa aprovados pela FAPERJ e no contexto geral, orientaram bolsistas de iniciação científica do CNPq e da FAPERJ, o que demonstra a qualidade dos projetos e a dedicação destes docentes. Como característica do curso, todos os docentes buscam interação mais efetiva, através da confluência de ideias e utilização compartilhada de equipamentos.

O número de publicações registrado nos últimos anos revela uma tendência positiva, o amadurecimento e a competência do corpo docente, atendendo desta forma aos princípios básicos estabelecidos para os cursos de pós-graduação avaliados pela CAPES.

Em 2008 o Programa completa seu primeiro biênio de atividade, com o qual se espera a consolidação do corpo docente e titulação de 18 novos docentes pesquisadores.

O campo de formação de recursos humanos, incluindo atividades de extensão representa outra vertente do curso em cujos objetivos destacamos a transferência de resultados para a sociedade.

É estratégia do Curso garantir a convergência de diferentes equipes de pesquisadores com capacidade associativa e que, de forma amadurecida e em contínua evolução, já trabalham com modelos clínicos e experimentais bem estabelecidos no estudo da fisiopatologia, do diagnóstico e do tratamento das doenças cardiovasculares, nutricionais, endócrinas, inflamatórias, tóxicas e metabólicas. Outras linhas de pesquisa promovem a interação entre as equipes e uma contínua evolução, buscando em um futuro próximo atuar também nos níveis de Doutorado e também na Pós-Graduação Lato sensu.

Últimas Notícias

Vídeo do PPGMV

Para assistir ao vídeo de divulgação das atividades do PPGMV, produzido para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT/2020), leia mais

28/09/2020 - 13:45

Calendário Acadêmico e Grade de Disciplinas 2020-2

O PPGMV/UFRRJ divulga seu calendário acadêmico e grade de disciplinas para o segundo semestre de 2020 (calendário acadêmico e grade leia mais

12/09/2020 - 10:52

Prêmio Tokarnia 2020

O PPGMV parabeniza todos os participantes da XIX edição do Prêmio Tokarnia de Pesquisa em Medicina Veterinária, ocorrido na XXXIII leia mais

11/09/2020 - 16:25

Dia do Médico Veterinário – Homenagem do PPGMV ao Prof. Carlos Tokarnia

Homenagear o ilustre mestre Prof. Carlos Tokarnia (1929-2015) no dia do Médico Veterinário é uma maneira de prestigiar a Medicina leia mais

09/09/2020 - 12:04

Site em Manutenção

Caros usuários, Estamos reformulando e atualizando o site do Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGMV). Agradecemos a compreensão. No leia mais

03/08/2020 - 16:09

Projeto do PPGMV é destaque na FAPERJ

O projeto de pesquisa  “Bovinocultura Leiteira Orgânica no estado do Rio de Janeiro: Caracterização, Aspectos Sanitários e Qualidade do leite”, leia mais

13/03/2020 - 11:52

mais notícias