Eventos realizados

Curso de extensão (remoto – pandemia COVID-19)

“Ontologia da vida e ética ecológica: uma introdução ao pensamento de Hans Jonas”

Plataforma
https://conferenciaweb.rnp.br

Data de início:
06/08/2020 ás 14:00h

Data de Término:
24/09/2020
________________________________

Organizadora e docente – Michelle Bobsin Duarte

Público-alvo
Geral

Tempo da atividade
24 Hora(s)

Descrição da atividade

O curso tem o intuito de apresentar uma introdução ao pensamento de
Hans Jonas (1903-1993), filósofo judeu alemão que lutou nos campos de
batalha da segunda guerra mundial, onde começou a esboçar as primeiras
reflexões sobre a sua teoria do fenômeno da vida, a qual serviu como
base ontológica para a elaboração da Ética do Futuro, uma ética
ecológica que visa a manutenção das condições de existência da
humanidade futura. O curso será ministrado em formato virtual com um
encontro semanal, sempre às quintas-feiras de 14h às 17h, no portal de
webconferência da RNP https://conferenciaweb.rnp.br/. Estão previstos
oito encontros conduzidos pela Profa. Dra. Michelle Bobsin Duarte,
pós-doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFRRJ, com
a participação de professores convidados, com início no dia 06 de
agosto e término no dia 24 de setembro de 2020. A carga horária total
será de 24h.

Resumo

Hans Jonas desenvolve a sua teoria do fenômeno da vida, segundo a qual
todas as formas de vida possuem em si um princípio de liberdade, que
em seu nível primário estaria manifesto no metabolismo dos seres vivos
simples e ascenderia ao seu grau máximo no ser humano. Estas reflexões
serviram como base ontológica para a elaboração do imperativo ético do
autor: “Aja de modo que os efeitos da tua ação sejam compatíveis com a
permanência de uma autêntica vida humana na Terra” (JONAS, 2006, p.
47). Tal imperativo demonstra a preocupação do filósofo com a
modificação da natureza do agir humano, pois, em nenhum momento da
história a humanidade pensou que sua permanência na Terra poderia ter
fim pelas suas próprias mãos. Hoje, este tema se tornou uma
possibilidade real do futuro humano devido à conjugação do
desenvolvimento de tecnologia de destruição em massa, de técnicas de
prolongamento e melhoramento genético da vida humana e aceleração da
degradação ambiental do planeta, além da concretização de uma pandemia
que, segundo o Programa das Nações Unidas para o meio ambiente, pode
ter sido provocada por desequilíbrio ecológico.

************************************************************************************************
************************************************************************************************
************************************************************************************************

Curso de extensão (remoto – pandemia COVID-19)

“Na sombra da teoria da justiça: contextualização e crítica ao liberalismo político de John Rawls”

Data de início:

05/08/2020 ás 16:00h

Data de Término:
07/10/2020
________________________________

docente: Walter Valdevino Oliveira Silva

Equipe
Organizador – Marcos Fanton (UFSM)

Público-alvo
Geral

Tempo da atividade
20 Hora(s)

Descrição da atividade

O curso consistirá na apresentação e discussão da obra In the Shadow
of Justice: Postwar Liberalism and the Remaking of Political
Philosophy (Princeton University Press, 2019), da filósofa inglesa
Katrina Forrester, Assistant Professor of Government and Social
Studies na Universidade de Harvard. A obra de Forrester, lançada no
ano passado, é uma das mais fortes análises críticas ao pensamento do
filósofo norteamericano John Rawls (1921-2002), principal teórico do
liberalismo político da segunda metade do século XX, cuja influência
na Filosofia Política segue determinante até hoje.

O curso pressupõe, por parte dos participantes, leitura fluente em
língua inglesa.

O curso será ministrado em formato virtual com um encontro semanal,
sempre às quartas-feiras, de 16h às 18h, no portal de webconferência
da RNP (https://conferenciaweb.rnp.br). Estão previstos dez encontros
conduzidos pelos Professores Doutores Marcos Fanton (Departamento de
Filosofia – UFSM) e Walter Valdevino Oliveira Silva (Departamento de
Filosofia – UFRRJ), com início no dia 05 de agosto e término no dia 07
de outubro de 2020. A carga horária total será de 20h.

Resumo:

É muito comum, em narrativas da história da filosofia política do
século XX, encontrarmos o filósofo norteamericano John Rawls como o
autor que estabeleceu uma língua franca para se discutir temas ligados
à justiça, democracia, igualdade e tolerância. A teoria de Rawls
transformou o liberalismo e sintetizou suas aspirações de conseguir,
em sociedades plurais, um consenso mínimo sobre questões políticas.
Com sua Uma teoria da justiça (1971), a formulação de teorias
políticas normativas ganhou um estatuto legítimo como disciplina na
Filosofia e marcou uma nova forma de abordagem filosófica. Contudo, é
importante notar que a crença na elaboração de utopias políticas
formadas a partir de teorias filosóficas abstratas é fruto de um
contexto social e político muito específico, que ocorreu com o
florescimento econômico pós-Segunda Guerra e desapareceu a partir da
década de 1970 em diante. A obra da filósofa Katrina Forrester, In the
Shadow of Justice (2019), é parte de um grande esforço em mostrar esse
contexto e os debates sociais, políticos e econômicos que não apenas
influenciaram, mas permitiram que a obra de Rawls tomasse o formato e
a magnitude que tomou.

************************************************************************************************
************************************************************************************************
************************************************************************************************

Curso de extensão (remoto – pandemia COVID-19)

“Os filósofos e o medo da morte”

Professor responsável: Francisco de Moraes Duração: 29 de abril a 03 julho

Apresentação do curso
O curso consistirá de encontros semanais, com abertura em uma quarta-feira e com todos os outros encontros às sextas-feiras, das 18h às 21h, realizados virtualmente por meio do portal de webconferência da RNP https://conferenciaweb.rnp.br/, do dia 29 de abril ao dia 03 de julho de 2020, totalizando 30h. Serão 10 encontros conduzidos pelo professor responsável pelo curso ou por professores convidados da UFRRJ e de outras Universidades do país, ao final dos quais será apresentado um trabalho na forma de um artigo sobre o tema ou de um vídeo que aborde o assunto de maneira didática e original. O objetivo será aproveitar os trabalhos de professores e alunos seja para organização de uma publicação sobre o assunto, pela Editora do PPGFIL/UFRRJ, seja para a produção de material didático para o Ensino Médio.
Dinâmica do curso
Encontros virtuais nos quais, a cada aula, será apresentada e discutida a abordagem de um filósofo previamente selecionado sobre o assunto, a partir de um ou mais textos do mesmo. Após a apresentação do professor responsável pela aula, de cerca de 30 minutos, será aberto espaço para a participação dos alunos por meio de perguntas e comentários. O professor conduzirá a discussão procurando permitir a interação dos alunos e o aprofundamento do tema. Antes de cada encontro, com pelo menos uma semana de antecedência, serão disponibilizados aos alunos inscritos os textos a serem trabalhados e links para artigos sobre o autor.

Público alvo
Alunos de graduação e de pós-graduação em filosofia da UFRRJ.

Objetivos
Abordar de maneira filosófica e aprofundada um tema central que tem mobilizado a sociedade e o debate público no Brasil e no mundo a partir da Pandemia do Covid-19, orientando inclusive decisões políticas de governantes e estabelecendo parâmetros para as políticas de saúde pública mediante práticas recomendadas pela OMS de isolamento social. Em questão está o seguinte problema: o medo da morte é um sentimento que precisa ser enfrentado por levar à paralisia e à inação ou seria ele um páthos que possibilita a ação refletida em vista do bem viver humano? Para investigar este problema levantamos as seguintes questões: 1. De que modo o medo da morte vem sendo utilizado seja para atacar seja para recomendar medidas de isolamento social? 2. Seria possível e/ou desejável suprimir o medo da morte? 3. De que modo o medo da morte nos constitui, positivamente, como seres humanos? 4. Que relação pode ser estabelecida entre o medo da morte e determinadas virtudes ou vícios, como a coragem e a covardia? 5. Há identidade entre medo da morte e os afetos de pavor e desespero? 6. Qual a relação entre medo da morte e ação refletida? 7. O medo da morte gera solidariedade ou acentua ainda mais a tendência humana para o egoísmo?

Resumo
O medo da morte é mais antigo do que a filosofia e mobilizou, ao longo da história, múltiplas respostas de diferentes civilizações e culturas. A religião e sua crença na sobrevivência após a morte é uma delas e talvez a mais perene e bem-sucedida de todas. Por diferentes caminhos, desde que se constitui em forma de vida reconhecível, a filosofia tem abordado o assunto e elaborado respostas racionais ao problema da vida e da morte. Em todas essas tentativas, a filosofia assume, ousadamente, o desafio de encaminhar esse temor primitivo na direção de uma postura esclarecida e de uma vida emancipada de ilusões aprisionadoras. As respostas da filosofia seguem, em linhas gerais, as seguintes direções fundamentais: 1. O reconhecimento de que a consciência da morte é algo exclusivo ou mesmo definidor da humanidade do homem; 2. O medo da morte equivaleria a algum tipo de ignorância passível de ser superada; 3. O medo da morte seria incontornável e positivo, sendo capaz inclusive de propiciar o desenvolvimento de virtudes como a coragem; 4. O medo da morte seria o fundamento da própria vida social e do Estado; 5. A superação do medo da morte, a assunção da morte, proporcionaria a alguns homens uma existência mais autêntica e livre; 6. A libertação definitiva do medo da morte seria a meta de uma humanidade emancipada ou em vias de emancipação.

************************************************************************************************
************************************************************************************************
************************************************************************************************

Eventos de 2019

Eventos de 2018

Eventos de 2017

Eventos de 2016

Eventos de 2015

Eventos de 2014

Eventos de 2013