• Rio de Janeiro, 23 de novembro de 2017.
    Monografias defendidas

    Camila Juliana Siqueira de Oliveira – Da arte aurática à arte política: Caminhos para a transformação social em Walter Benjamin.

    Erick de Oliveira Santos Costa – A conquista de novas convicções acerca dos princípios da natureza no primeiro livro da Física aristotélica.

    Iasmim Cristina Martins da Silva РA concep̤̣o expressivista de linguagem na filosofia de Charles Taylor.

    João Vitor Lomeu Teixeira Barroso – Reflexões estéticas de Nietzsche a partir do Nascimento da Tragédia: A Metafísica de Artista como crítica à modernidade.

    Laio Serpa de AssisConatus ou desejo enquando a própria essência do homem: uma leitura da Ética III de Espinosa.

    Lisane Machado Irala – A emancipação intelectual e o conceito de partilha do sensível em Jacques Rancière.

    Nathália de Paula Bernardo Vianna – Nietzsche e a importância da arte trágica para a vida.

    Rafael de Souza Martins – Maquiavel e o Estado Moderno

    Renato Braga Campello – Considerações acerca da prova a priori da existência de Deus nas Meditações de Descartes e da crítica kantiana ao argumento ontológico.

    Rodrigo Santos Pinto de Oliveira – Paidéia, Phýsis e Areté: Debate comum à República de Platão e ao Filoctetes de Sófocles.

    Davi Teixeira РDa Indispensabilidade da Intui̤̣o na Aritm̩tica de Kant.

    Vinicius de Faria dos Santos – Deus e ser: breve estudo sobre a aplicabilidade do conceito de ontoteologia na Metafísica de Aristóteles

    Miécimo Ribeiro Moreira Júnior – A relação entre as essências nos conceitos de substância e modo finito na Ética de Espinosa.

    Notícias

    + notícias
    Novembro  2017
    Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
       
      1 2 3 4
    5 6 7 8 9 10 11
    12 13 14 15 16 17 18
    19 20 21 22 23 24 25
    26 27 28 29 30  
    © 2013 - UFRRJ - Filosofia | Créditos Coinfo
    Desenvolvedor: COINFO
    E-mail: coinfosuporte@ufrrj.br
    RSS