Seminário Internacional “O BIM na prática: experiências aplicadas à Arquitetura e Construção”

Nos dias 29 e 30 de outubro de 2019, Brasília recebeu o Seminário Internacional “O BIM na prática: experiências aplicadas à Arquitetura e Construção”. O evento foi promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), CAU/DF, Câmara Brasileira de BIM e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), e fez parte do ciclo de eventos preparatórios para o 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2020RIO), dentro do eixo temático “Mudanças e Emergências”.

O evento teve como objetivo estimular o BIM nas ações promovidas e nas práticas difundidas no âmbito da construção civil, além de aprimorar a prática e os serviços prestados pelos profissionais brasileiros e capacitá-los frente aos padrões internacionais de desenvolvimento e gestão de projeto.

A programação incluiu oficinas, minicursos, palestras e painéis temáticos com temas diversos do mundo BIM, além de debates com profissionais que utilizam o BIM e palestras magnas ministradas por especialistas internacionais de referência na área.

O LABINFO-DAU-UFRRJ transmitiu o evento, acesse os vídeos aqui.

O que é BIM?

O BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção) é a representação digital das características físicas e funcionais de uma edificação, que contém todas informações do ciclo de vida da construção, disponíveis em projeto. Não é um sistema ou ferramenta de modelação tridimensional e também não é um software, enganos mais frequentes.

Embora a representação tridimensional seja importante, é a capacidade de gerar objetos paramétricos (objetos  que possuem regras pré-definidas para alteração automáticas de geometria 3D)  que caracteriza uma ferramenta como BIM. A parametricidade garante a geração de objetos editáveis, que podem ser alterados automaticamente, dando suporte a uma plataforma BIM.

Dessa forma, o BIM garante uma percepção antecipada das possíveis interferências e situações de manutenção comuns durante o ciclo de vida da obra, ampliando a importância e usabilidade do projeto e consequentemente, reduzindo as chances de improvisação e o tempo gasto na execução da obra, melhorando o desempenho e garantindo que o cronograma e orçamento previstos sejam respeitados.

Para informações mais detalhadas sobre o BIM, acesse o site BIM Na Prática